Prevenção à Dengue

Na aula intitulada “Prevenção a Dengue” para teorizar o assunto foi abordada a história da doença no Brasil e o processo do desenvolvimento da patologia. Com imagens e vídeos explicativos, foi permitido que as crianças aprendessem sobre o transmissor e causador da virose, os sinais e sintomas possíveis quando o quadro da infecção se instala no homem, as medidas de tratamento para os sintomas aparentes e principalmente o controle da proliferação do vetor transmissor da Dengue. Na aula consecutiva foi realizada a fase prática da oficina, assim foi incentivado as crianças a elaborarem uma mosquiteira genérica, ou seja, uma armadilha letal para o mosquito Aedes aegypti, vetor responsável pela transmissão do vírus da Dengue e da Febre Amarela. Com materiais comuns e uma garrafa pet, as crianças puderam aprender como isolar os mosquitos nos próprios quintais de casa, combatendo a multiplicação dos mesmos. Tal atividade realizada foi uma forma preventiva da doença na população. E para finalizar o tema, as crianças ensaiaram paródias com o intuído de fixar ainda mais as formas preventivas de combate ao mosquito. A atividade foi aplicada aos alunos de 2º, 3 º, 4 º e 5 º anos inseridos ao programa “Mais Educação” da E.M.E.B. Uilibaldo Viera Gobbo, no primeiro semestre de 2012, sob a supervisão da monitora Lucinéia Albiero.

 

 

This slideshow requires JavaScript.

 

Paródia – Dengue e água parada nunca mais

(Luan Santana – minha boca você não beija mais)

Dengue,

Se o que você queria

Era me infectar,

Então pode fugir…

 

Então pode voar

Desse copo,

Desse vaso

Que você não vai ficar…

 

Cheguei no meu limite,

Água parada foi demais…

Você quase me matou,

Você passou da conta…

 

Então vou ser bem

Prático pra te falar,

Com quem mais te evitou

Você não mais apronta…

 

Você vai estar morta,

Pra mim não importa,

Já chega…

 

Se for capaz,

Evitar a dengue é eficaz,

 Dengue e água parada

Nunca mais,

 

Nunca mais…

Oh não

Nunca mais… 2x

Paródia – Estúpido Mosquito

(Celly Campello – Estupido cupido)

oh mosquito vê se me deixa em paz

nessa cidade não te quero mais

eu já cansei de tanto ensinar

que água parada não pode deixar

 

Ei ei É o fim

Oh mosquito pra longe de mim

 

A minha caixa d’água já estou a limpar

Para mosquito nela não procriar

Dor e febre, mal estar

São os sintomas que a dengue vai causar

 

Ei ei só assim

Esse mosquito, vamos dar o fim

 

Nossa população

Precisa ajudar

Nos vasos das plantinhas

Areia colocar

Pneus jogados Garrafas viradas

Reservatório de água parada

Num campo não deixa mais

Com a dengue todos vamos acabar

 

Ei ei  só assim

Esse mosquito vamos dar o fim!

Ei ei  só assim

Esse mosquito vamos dar o fim!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s