Operação: Testando a armadilha do mosquito Aedes aegypti

Neste última semana, testamos se realmente a mosquitérica funciona. No primeiro semestre do ano letivo, foi criada junto com os alunos a armadilha, chegou a hora de provar sua funcionalidade. Foram formada duplas de alunos, e a cada dupla recebeu uma nova mosquitérica para experimentar. Os alunos relembraram como a arte funciona e qual o fundamento da utilização no meio ambiente. As crianças foram levadas para o quintal da escola, onde cada dupla plantou sua armadilha em local úmido e sombreado, para que assim atraia os vetores alvos. Veja abaixo as imagens dessa atividade.

This slideshow requires JavaScript.

Diariamente as crianças foram orientadas a visitarem sua armadilha para verificar se a água esta no nível recomendado, se há alimento disponível (grãos de alpiste) e se há alguma fase larval ou pupa na mosquitérica. O experimento Teve inicio no dia 21/10/2013 e término em 29/10/2013. Foram oito dias acompanhamento da armadilha, tempo necessário para o desenvolvimento do inseto, e suficiente para provar que a armadilha funciona.

Podemos ver nas imagens abaixo, que a armadilha funciona! Com menos de oito dias já encontramos larvas em no terceiro ou quarto estágio de vida para desenvolvimento seguinte de pupa.

Neste vídeo, é visível a fase de pupa do mosquito no oitavo e ultimo dia de experimento, resultado positivo para a funcionalidade da armadilha.

A atividade foi realizada com alunos do 4º e 5º anos da E.M.E.B. Uilibaldo Vieira Gobbo inseridos no programa Mais Educação, e acompanhados pelos monitores Lucinéia Albiero e Arnaldo Catelan.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s